#AgoraÉQueSãoElas

Um espaço para mulheres em movimento

 -

Uma tribuna de muitas vozes femininas e feministas, coordenada por Alessandra Orofino, Ana Carolina Evangelista, Antonia Pellegrino, Manoela Miklos.

PERFIL COMPLETO

 

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade

“José Mayer me assediou”

As mulheres tomaram as ruas e as redes, desde 2015. A gente convocou protestos, derrubou o Eduardo Cunha, não deixou o Pedro Paulo ir pro segundo turno no Rio de Janeiro. Estamos escrevendo, dizendo, gritando que machistas não passarão. E isso não é frase de efeito. É uma nova ética. É a construção do novo(…)

“Quantas mulheres negras você conhece trabalhando com tecnologia e inovação?”: #PretaLab!

Por Sil Bahia* Outro dia, assistindo ao Tedx da Rapper Preta Rara “Eu empregada doméstica” fiz algumas reflexões sobre as possibilidades que nós mulheres negras e indígenas temos no mundo do trabalho. Assim como a Preta Rara, sou filha e neta de mulheres que trabalharam a vida inteira como empregadas domésticas e também contrariei as(…)

“Ir com Laura a um compromisso é um gesto de resistência”: a política é dos homens para homens.

Por Manuela d’Ávila* Ocupar os espaços públicos enfrentando o significado da invisibilidade do espaço privado parece ser um ponto nevrálgico das lutas emancipacionistas. Qualquer que seja nossa bandeira, em algum momento, nos depararemos com essa questão: da cultura que justifica a violência sexual culpabilizando as mulheres ou que sugere resguardar a violência doméstica ao ambiente familiar à formatação do poder político, compreender(…)

Violências invisíveis: dados sobre a violência contra a mulher negra

Por Mafoane Odara e Samira Bueno* 12 milhões de mulheres sofreram algum tipo de ofensa verbal em 2016. 5,2 milhões foram assediadas e humilhadas publicamente no transporte público. 4,4 milhões sofreram uma violência física como tapa, chute ou soco. 1,4 milhões foram espancadas ou sofreram tentativa de estrangulamento. Em 61% dos casos por conhecidos. Em(…)

“Mas eu não sou assim”: o poder do livro infantil

Por Janaina Tokitaka* Ainda que eu seja autora e ilustradora editorial, tenho certeza que nunca mais vou ler com a mesma atenção e intensidade que eu dedicava às minhas leituras na infância. Livros infantis são muito poderosos. A fantasia, a possibilidade de habitar cenários diferentes da minha realidade, os personagens carismáticos e situações improváveis típicos(…)

As Ilegalidades nas Prisões Femininas

Por Maria Laura Canineu* Entrar nas celas desumanas, violentas e insalubres dos presídios brasileiros é encarar um mundo cruel onde nem a legislação brasileira ou o direito internacional parecem se aplicar. Para cerca de 37.000 mulheres atrás das grades, o sofrimento é ainda maior. De acordo com a legislação brasileira, as mulheres devem ser recolhidas(…)

Esperem Sentados

A Capazes é uma plataforma feminista portuguesa, um espaço de afirmação da mulher e de discussão da condição feminina a nível global que analisa a atualidade informativa e dá palco a todas as mulheres, figuras públicas e anónimas, que tenham trabalhos válidos e queiram dar-lhes visibilidade. Queremos empoderar a mulher nos diversos papéis que assume(…)

Blogs da Folha